sábado, 22 de janeiro de 2011

Reunião do Fórum Paulista em Mongagua.

A primeira reunião do Fórum Paulista de Juventude teve inicio as 10:30h, no Centro Cultural Raul Cortez, cito a Av. São Paulo, 3465 no município de Mongaguá – SP, onde foi realizada a abertura com as seguintes autoridades presentes: o assessor de juventude de Mongaguá Roberto Mirabeli que desejou as boas vindas aos participantes e agradeceu a oportunidade dada pelo prefeito; o Coordenador da Câmara Temática do CONDESB Danilo Otto que registrou o caminho percorrido até que se concretizasse o Fórum, agradeceu o apoio fundamental da Coordenadoria de Juventude do Governo Paulista e explicou a dinâmica dos trabalhos;  a Coordenadora Estadual de Juventude Mariana Montoro que refletiu sobre a importância da criação do Fórum e parabenizou os presentes colocando mais uma vez a coordenadoria estadual a disposição; o representante do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) Fabrício Lopes que falou da eleição da nova gestão do CONJUVE, onde a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social a Família (Adesaf) presente na reunião conquistou a única vaga de Entidade de Atuação Local e de como o Fórum poderá ser parceiro desta entidade, falou dos avanços da Câmara Temática de Juventude do CONDESB (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista) e ressaltou a importância de entender o jovem como agente estratégico de desenvolvimento para o país;  a Prefeita de Peruíbe Milena Bargieri comentou que sua trajetória política sempre esteve ligada a movimentos juvenis e da importância que é enfrentar o preconceito da palavra “política”, pois a verdadeira política todos devemos fazer, a Prefeita ainda na sua fala anunciou a criação de um órgão de juventude em sua gestão; a Deputada Estadual Maria Lúcia Prandi  registrou a importância do jovem e dos movimentos organizados na transformação de nossa sociedade ao longo das ultimas décadas, citando como exemplo o movimento pelas diretas, os caras pintadas entre outros; e para encerrar a abertura o Prefeito de Mongaguá Paulo Wiazowski Filho saudou os presentes, agradeceu a oportunidade de receber a primeira reunião do Fórum, explanou sobre os avanços que estão ocorrendo em Mongaguá após a criação da assessoria de juventude e da Câmara Temática de Juventude do Condesb e desejou um ótimo dia de trabalho a todos e todas . Após essas falas uma breve pausa foi feita para o café que foi seguido pelas palestras de Helena Abramo – “O jovem e as políticas públicas de/para/com juventude” – e Lígia Pimenta – “Juventude e Assistência Social” – onde cada uma tentou dentro do tempo disponível trazer aos participantes experiências teóricas, práticas e legais sobre os temas que se dispuseram a tratar. Como forma de dinamizar e identificar os participantes da reunião a profissional Lígia Pimenta propôs que logo após a pausa para o brunch nos dividíssemos em grupos para assim formar painéis de ações/projetos/programas feitos pelos participantes e tentar mapear aqueles que se utilizavam de estruturas da política de assistência social para realizar as suas ações e programas com juventude.

Após a realização desse trabalho os grupos retornaram para a plenária e acompanharam a conclusão posta tanto por Ligia Pimenta quanto por Helena Abramo. Vale ressaltar que houve oportunidade para os presentes apresentarem questionamentos para as duas profissionais.
Seguindo a proposta do dia iniciou-se o painel “Experiências de PPJ na Baixada Santista” onde os municípios da região foram convidados para apresentarem suas ações nesta temática, foram eles: Guarujá representado através do Assessor de Juventude Leandro Matsumota que deu ênfase a criação da Assessoria de Juventude, Conselho de Juventude e parcerias com o governo estadual e federal, Cubatão representado porThays Emídio que explanou sobre os programas de Governo: Ação Jovem e Pró Jovem Adolescente, Programa de Jovens - Meio Ambiente e Integração Social - PJ MAIS e sobre a participação de representante do município na Câmara Especial de Políticas Públicas para Juventude no Condesb – Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista; Santos representado por Wellington Araújo presidente do Conselho de Juventude de Santos que explicou o funcionamento dos Centros da Juventude, a criação do Conselho, seu papel e atribuições ,além de comentar sobre a 1ª Semana da Juventude de Santos.  E os jovens do Centro da Juventude mostraram trabalhos áudio visuais produzidos nas oficinas de Comunicação inseridos no Programa de Valorização do Jovem, gerenciado pela Seas (Secretaria de Assistência Social). O PVJ promove o protagonismo juvenil e transfere mensalmente R$ 130,00 aos adolescentes inscritos que moram em regiões onde haja vulnerabilidade social.Por fim São Vicente representado pelo Vice presidente do Conselho da Juventude Marcelo Gurgel que explicou e passou um vídeo com um pouco das ações, programas e projetos de/para/com a juventude, como o Projeto Tubo de Ensaio projeto destinado a formar sócio politicamente os jovens para que sejam protagonistas de nossa história, Vota Juventude projeto que levou conscientização da importância do voto e o cartório eleitoral até as escolas para tiragem de título de eleitor totalizando quase 1000 títulos em 2009, relatou ainda um breve histórico sobre os avanços das PPJ em seu município citando a criação do Conselho de Juventude, Plenárias Populares da Juventude espaço realizado semestralmente onde todo morador da cidade se inscreve e tem direito a voto, sendo instancia deliberativa do Conselho abaixo somente da Conferencia de Juventude, Semana da Juventude que se aproxima de sua 5ª edição, criação da Diretoria de Juventude, eleição direta com título de eleitor para o Conselho da Juventude entre outros. Por conta do tempo Danilo Otto – Diretor de Juventude de São Vicente – interrompeu a apresentação de seu Município para que os encaminhamentos do fórum pudessem ser feitos
Dando prosseguimento a pauta do dia, Mariana Montoro – Coordenadora Estadual de Juventude – e Carlos Odas – Secretaria Nacional de Juventude – foram convidados para fazerem suas falas quanto a “Política Pública de Juventude para o Desenvolvimento” onde Mariana além dela apresentar as principais ações da Coordenadoria Estadual de Juventude neste semestre,  falou sobre as possibilidades de parcerias e ações conjuntas dos órgão municipais com a Coordenadoria Estadual. Inclusive, sobre a possibilidade dos municípios, de firmar um convênio, sem repasse financeiro, para a unificação da utilização do Portal da Juventude Paulista.(Esse processo já está bastante avançado com alguns municípios mas é aberto a todos os interessados).

Outro item mencionado nessa fala dizia respeito ao Conselho Estadual. Mariana contou que após conversar com todos os Conselhos Estaduais de Juventude do país, com antigos Conselheiros do Estado de São Paulo, com alguns consultores e parceiros, com os outros Conselhos Estaduais existentes (mulher, negro, índio etc) a Coordenadoria decidiu montar um grupo de trabalho para pensar o melhor modelo para o Conselho Estadual. Esse GT foi publicado no Diário Oficial do dia 25/02/2010 e todos os interessados poderão contribuir com propostas e participar de reuniões.
Além disso, a coordenadora estadual contou que uma das prioridades da Coordenadoria nestes 4 anos foi apoiar os municípios na criação de estruturas de juventude e fortalecer a rede de gestores municipais de juventude. (O principal projeto nesse sentido é o Ciclo de Encontros Regionais de Juventude que neste ano mobilizou 220 municípios) Nesse sentido, a Mariana reiterou que está disponível o e-mail juventude@sp.gov.br para todos encaminharem dados de órgãos e estruturas municipais e ajudar a manter as informações sempre atualizadas, tendo em vista que em breve será apresentado um material com o cenário das estruturas de juventude em São Paulo.

Chegando a última pauta do dia “Próximos passos e organização do Fórum”, que teve como secretario o companheiro Luciano Frontelle do município de Sorocaba, representando o município sede da próxima reunião e como coordenador dos trabalhos Danilo Otto Coordenador da Câmara Temática de Juventude do Condesb, onde se subdividiu em três partes: 1) aprovação da Carta de Princípios do Fórum, 2) Metas e campanhas do Fórum e 3) função dos articuladores regionais.
1) Carta de Princípios do Fórum Paulista de Juventude
- Uma alteração no item 6 que onde se lia “[...] de seus ideais.” Agora lê-se “[...] de sua história”
- Tendo isso feito, foi aclamada.
2) O que o Fórum Paulista defende:
- A criação de organismos municipais de juventude segundo os princípios do Fórum
- A Reativação do Conselho Estadual de Juventude
- A aprovação imediata da PEC da juventude
3) Quanto aos Articuladores Regionais:
- Que eles se reúnam a cada 45 dias com os objetivos de organizar junto as regiões-sedes as reuniões do Fórum Paulista de Juventude.
- Que nessas reuniões eles também apresentem balanços de como andam as articulações feitas em suas regiões e possíveis dificuldades que estejam enfrentando.
- Que sejam elaboradas estratégias para divulgar e agregar cada vez mais estruturas de juventude ao Fórum.
- Que cada articulador tem autonomia para marcar reuniões e usar de estratégias dentro de suas regiões contanto que não infrinjam a Carta de Princípios.
Quanto aos próximos encontros:
- A próxima região sede ficará responsável em secretariar os trabalhos e a reunião ( fazer contatos, divulgação, etc).
- A região-sede que a antecedeu ficará responsável em coordenar os trabalhos.
- Essa metodologia será usada daqui em diante.